maio 23

Diário de aula – Formação do Mundo Contemporâneo

Na próxima quarta-feira, dia 29 de maio, iniciarei minha disciplina Formação do Mundo Contemporâneo no curso de graduação em Ciências Sociais da UFES.Esperei ansiosamente pela chegada desta data. Deveria ser no dia 22, mas a semana de calouros me surpreendeu e não tivemos aula. O representante estudantil foi muito educado e me retirou de sala. Tudo bem, pois ele tinha avisado a todos os canais da universidade, mas como estes estão sempre congestionados, ficamos eu e o aluno com cara de paisagem. Não tinha motivo para criar caso. Pensei até em acompanhar a calourada, mas me toquei que poderia ser um ET lá. Segui para o Programa de Pós-Graduação e fiz um montalhão de outras coisas. Depois fui para o Kaffa tomar aquele cafezinho que ninguém é de ferro.
Meu curso versará sobre o que entendo ser o evento mais importante do mundo contemporâneo: a desindustrialização. Faremos uma visita ao processo de industrialização para compreender o fenômeno posterior. Discutiremos também o bloco socialista e seu investimento industrial, assim como sua obsolescência no mundo pós-industrial.
A política está presente no programa da disciplina e pretendo mostrar a democracia contemporânea como longo processo de maturação de inúmeras tentativas de ampliação da participação política. Mostrar a crítica social como integrante do debate sobre as liberdades e a criação dos partidos enquanto expressão das diferentes formas de compreensão da política. Mas sempre repito aos meus alunos que não será o melhor curso, apenas o melhor que poderei dar a eles. Até dia 29 pessoal!

maio 22

Meus créditos

Sou professora da UFES desde 1996, mas nela ingressei como estudante da graduação em História em 1985. Especializei-me em História da Escravidão e do Direito. Atuo em três graduações, História, Direito e Ciências Sociais. E em duas pós-graduações, História (PPGHIS) e Direito (PPGDIR). Doutorei-me pela UFRJ em 2003 e fui orientada pelos professores José Murilo de Carvalho e Manolo Garcia Florentino. Atualmente, sou pesquisadora (PQ) do CNPq e da FAPES. Sou membro da comissão de Humanidades da FAPES e pertenço ao Conselho Editoria da Revista Almanack (A2 Qualis CAPES).