[Pós-Graduação] “Representação para projeto. Experimento de abordagem territorialista italiana em Santa Leopoldina – ES”

Título: Representação para projeto. Experimento de abordagem territorialista italiana em Santa Leopoldina – ES

Orientadora: Renata Hermanny de Almeida.

Bolsista: Bruno de Andrade

Resumo: A representação da identidade do lugar, de que trata esta Dissertação de Mestrado, insere-se no estado da arte contemporâneo do híbrido Patrimônio e Desenvolvimento, no conjunto de estudos avançados da denominada escola territorialista italiana, orientada para a formulação de subsídios metodológicos, técnicos e práticos para processos de planejamento e gestão do território. Para desenhar o território, que é um organismo complexo e multidimensional, é preciso conhecê-lo, através de morfologia perceptiva e de periodização histórica, com apoio de base imagética específica. A chamada abordagem territorialista italiana se trata de uma metodologia de pesquisa-intervenção consolidada pela figura icônica de Alberto Magnaghi, a partir da criação da escola territorialista italiana. O objetivo é a fabulação de mapeamento de representação da identidade, com o intuito de dar corpo ao retorno do lugar no projeto territorial. Este retorno determina uma peregrinação em disciplinas que possuem interface com o projeto em escala urbana e territorial, como geografia, história, e economia, para revelar a partitura, a biografia do lugar, muitas das vezes desconhecida ou não reconhecida pela comunidade local.

Palavras chave: Representação, Abordagem territorialista italiana, Santa Leopoldina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *