A conquista do sonho: basta o empenho?

O empenho pessoal é certamente fundamental para se conquistar sonhos grandiosos. Mas será suficiente? Podemos dizer que todos que se esforçam vencem? Tenho minhas suspeitas…

Por outro lado, é um equívoco estabelecer limites estreitos ao que podemos alcançar com nosso empenho: isso desestimula e acaba por realmente limitar o que podemos alcançar – como uma profecia que se auto-realiza. Então, a verdade parece ser que para conquistar algo temos que nos empenhar para ver se conseguimos, caso contrário já estamos fracassados! (Essa frase é tanto uma conclusão quanto um conselho e uma advertência.)

Agora, o empenho não é a única variável na equação do sucesso: a questão possui muitos aspectos interpessoais. Focalizando a dimensão sócio-política, destaco que o sucesso do empenho pessoal depende do sonho estar de acordo ou não com o que a conjuntura social favorece. Cabe a pergunta, tanto política quanto ética: a conjuntura social favorece ou desfavorece o sucesso daqueles que se empenham em conquistar sonhos que beneficiem a todos?

Não acho que nossa sociedade capitalista, competitiva e hedonista favoreça aqueles que se empenham pelo bem comum – apesar do reconhecimento que esse empenho possa receber do público. Isso é muito lamentável…

Referências

– Zero Hora (RS): Debaixo da ponte, um aluno nota 10 que sonha ser médico. Link (05/06/2013)! Citação: “Os obstáculos que encontra nos planos para se tornar médico, ele supera com criatividade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *