OPS… Paisagem Cultural discutida no Espírito Santo?

O IPHAN realizará neste primeiro semestre de 2012 um seminário sobre a chancela da paisagem na cidade de Pancas, no Espírito Santo, trata-se de um desdobramento do 2º Colóquio da Política da Paisagem no Espírito Santo, realizado no dia 27 de março.  A prerrogativa para o evento em Pancas, é a reconhecimento da relação equilibrada do imigrante pomerano com a natureza, o que justificaria sua declaração como Paisagem Cultural Brasileira.

Segundo postagem no site “Aldeia Comum“, os pomeranos:

 (…) descendem de tribos eslavas e germânicas que viveram na região da Pomerânia (Pommerland), hoje conhecida como Pomerânia Oriental, devastada pela Segunda Guerra Mundial e atualmente situada entre a Alemanha e a Polônia. Os pomeranos do Brasil, situados nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Espírito Santo, falam um idioma extinto de origem baixo saxônica, o pomerano. Essa língua foi preservada graças a um projeto capixaba, o Programa de Educação Escolar Pomerana. Os pomeranos conservam a floresta de suas propriedades por acreditareem que sua destruição atrairia para suas casas tudo o que nela existe de malévolo, sob um ponto de vista material ou espiritual.

Você, car@, se quiser conhecer mais sobre a ocupação territorial pelos pomeranos, fique ligado nas pesquisas em andamento e em fabulação aqui no Patri_Lab! Deixe um comentário, participe da construção deste blog!

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *